quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

Maus sinais

O Brasil pode está bem, mas há sinais de que algo está errado. Exemplos: imóvel está caro, nosso Big Mac é o mais caro do mundo, nosso Corolla é o mais caro do mundo, a nossa arte está ficando a mais cara do mundo. As vendas no varejo estão crescendo muito acima da indústria de transformação. A balança comercial mostra que a indústria de transformação passou de um superávit de US$ 25 bilhões para um déficit de US$ 43 bilhões em quatro anos. A razão investimento/consumo mostra o Brasil como um dos piores do mundo. O investimento público também é um dos mais baixos do mundo. Nossa previdência é a pior. A Alemanha gasta como a gente, mas tem 19% da população idosa. Nós temos 8%. Esse dinheiro está sendo usado para o Lula ter 90% de popularidade. Há ainda o sistema tributário e a inflação, que só não está pior porque os bens duráveis estão com os preços estáveis. O Lula tinha uma noção intuitiva disso porque é um político. Mas a Dilma tem perfeita noção. Nada disso surpreende a Dilma. O duro é, dentro desse sistema político que vivemos, consertar.

terça-feira, 27 de dezembro de 2011

Propaganda mentirosa

Por Rodrigo Constantino

Censura, para os petralhas, significa não tomar o mesmo partido deles. Vejamos o caso deste livro "Privataria Tucana". Uma chuva de spam, orquestrada pelo bunker virtual dos petistas, tentou criar uma sensação de que o livro trazia notícias bombásticas e, por isso, seria ignorado ("censurado") pela grande imprensa. Em primeiro lugar, os veículos de imprensa são propriedade particular, e devem ter ...a liberdade de escolher os seus assuntos. Em segundo lugar, propriedade privada não censura. Somente o governo tem este poder. Propriedade privada seleciona temas entre alternativas, para seu espaço limitado e escasso. Quantos livros são lançados por mês no país? E quantos recebem atenção da grande mídia? São todos aqueles ignorados (a grande maioria) fruto de censura? Se meu livro não for resenhado pela revista VEJA, isso quer dizer que eu fui censurado? Percebe-se que petistas adoram deturpar a linguagem. Mas eis que agora alguns artigos críticos, detonando o livro, foram de fato publicados na grande imprensa. O livro, depois de muita propaganda petista, não foi mais ignorado; foi analisado, e refutado. E agora os petralhas reclamam que a imprensa só critica o livro, ou seja, nova "censura". Conclui-se que, para petralhas, só não há censura quando a grande imprensa CONCORDA com a propaganda mentirosa do PT. Hello, George Orwell...

segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

O bom combate

O texto abaixo foi pinçado do blog do Reinaldo Azevedo. Faço das palavras dele, as minhas palavras. Não porque não as tenha, mas por serem as dele a tradução intocável do querer de todos os corações de boa vontade.

Que 2012 chegue com todas as suas exigências. Enfrentaremos a vida e seu ofício como temos feito desde sempre. Essa é a nossa tarefa.

Travamos o bom combate. Este blog continuará a ser uma trincheira, e há outras, em defesa do estado democrático e de direito, do pluralismo político, da liberdade individual e da livre iniciativa. Este blog continuará a ser um defensor contumaz de um estado controlado pela sociedade, não o contrário.

Este blog continuará a ser uma voz em defesa dos direitos fundamentais garantidos pela Constituição, que não pode ser assaltada por grupos de pressão, maiorias de ocasião e clamores organizados por interesses corporativos. E não vai arredar pé.

Vocês conhecem as falanges do ódio e da desqualificação tão bem quanto eu conheço porque as enfrentam também nas redes sociais. Eles não combatem o que dizemos — e nem saberiam como fazê-lo; preferem combater aquilo que eles próprios dizem que dizemos. Não debatem no mundo dos fatos, mas no das fantasias ideológicas. Não têm adversários políticos, mas inimigos. E, sendo assim, não aceitam jogar segundo as regras: não lhes basta eventualmente vencer o oponente: querem também destruí-lo.

Mas não vão!

Em 2012, vocês encontrarão em textos novos, que tratarão das questões da hora, os princípios de sempre. Se, em algum momento, esta página refugar diante da defesa da democracia e do estado de direito, então vocês me denunciem como farsante; se, em algum momento, esta página condescender com a violência institucional, então vocês me acusem de fraude intelectual; se, em algum momento, este blog abandonar a lógica e aderir à mistificação, então vocês apontem a trapaça.

E continuarei a defender esses princípios com a alegria e a satisfação de sempre. Há quem sofra escrevendo; eu me divirto. Há aqueles para os quais esse trabalho é uma condenação; para mim, é um exercício de liberdade. Estaremos, se Deus quiser, juntos em 2012, firmes, fortes e plenos de bons sentimentos. Como o rei Davi, enfrentamos os que “teimam no mau propósito e conspiram para armar ciladas”. Sabemos ser “um abismo o pensamento e o coração de cada um deles”, mas temos a convicção de que “a própria língua se voltará contra eles”.

Minhas caras, meus caros, obrigado por mais este ano que passamos juntos. Outros virão. Muitos outros. Sentimo-nos glorificados porque temos “o coração reto”.

Venha logo, 2012! Este nosso coração se alegra é na batalha dos justos!

Até a volta!

Para inglês ver

O que adianta passar o Reino Unido e ser a 6º economia do mundo e ter um IDH (84º posição no ranking mundial) similar ao de um país da África? É bom tomar cuidar com euforia que, certamente, será manipulada pelo governo. Só podemos comemorar nosso crescimento quando os indicadores sociais brasileiros estiverem num patamar de nação desenvolvida -- o que estamos longe, muito longe de ter. Refiro-me aos números da educação ou saúde. Ou a qualidade de vida nas cidades, a começar pela segurança.

Londres é igual a São Paulo?

Seria uma idiotice não ficar feliz com a informação sobre nosso crescimento -- e que se deve em boa parte aos anos de PT e PSDB no poder. Mas, pelo mesmos critérios, comemoração civilizada deve ser medida pela qualidade da escola pública, onde se constrói a democracia de um país.

O resto é para inglês ver.

domingo, 25 de dezembro de 2011

TV Zine - Cobertura da conferência As Novas Fronteiras do Desenvolvimento Sustentável


O objetivo do evento foi proporcionar aos empresários e empreendedores de Juiz de Fora e Zona da Mata de Minas Gerais, informações qualificadas, com debates de ideias sobre o desenvolvimento sustentável empresarial.  O evento foi uma realização do WXC Banco de Negócios e da revista Ponto de Vista.


Click na imagem para ver ampliado

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Novo sonho


O senador Fernando Collor de Mello  (PTB-AL) começa a se movimentar, com alguma discrição, para ver se teria alguma chance de se tornar uma alternativa do PMDB ao posto de presidente do Senado. Ele conversa com senadores de outros partidos e ouve mais do que fala. Também já andou conversando com José Sarney (PMDB-AP), que até tentou proteger e segurar no bate-boca com o senador Demóstenes Torres (DEM-GO), há dias. A maioria dos senadores acha que todo mundo tem direito a sonhar com a presidência da Casa.

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

O russo que quer comprar o mundo


Ele é bilionário, dono de mineradora, empreendedor esportivo nas horas vagas, fluente em vários idiomas e presidente de um grupo identificado pelo indefectível ‘x’ na razão social (OneXim). No mais, Mikhail Prokhorov é mais jovem (46 anos), mais alto (2,03 metros) e ainda mais ambicioso que o similar brasileiro Eike Batista para sair por aí comprando tudo que vê pela frente.

(Dizem, também, que o magnata moscovita é mais devasso que o Berlusconi em noite de bunga-bunga, mas isso não vem aqui ao caso).
Nos diz respeito o seguinte:
O Eike Batista russo quer ser presidente da República! Falta-lhe ainda um partido, mas isso não é problema para quem já comprou até um time de basquete da NBA, o New Jersey Nets.
Conhecido como “o russo que quer comprar o mundo”, Prokhorov faz qualquer negócio! Há quem desconfie, inclusive, que, em vez de adversário, ele é um parceiro estratégico de Vladimir Putin para canalizar o voto da classe média insatisfeita com a situação. Não é, enfim, um cara minimamente confiável.
O Brasil devia dar graças a Deus pelo Eike Batista que tem!

terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Estréia lá em cima

Finalmente, o filme Lula, o filho do Brasil, um dos maiores fracassos do cinema nacional, vai estrear em janeiro, em Nova York e em apenas dois cinemas, um no Lincoln Plaza e outro, The Quad Cinema. Depois, deverá ser exibido em salas de Miami, Los Angeles, Washington, Boston e San Francisco. O produtor Luis Carlos Barreto acha que colônias brasileiras espalhadas em diversas cidades americanas poderão alavancar o volume das platéias.

Competência

Quase todos os seis ministros do governo Dilma defenestrados por corrupção mereceram, antes da queda, uma palavra de ordem do ex-presidente Lula: “Resista!”. No caso do ministro Fernando Pimentel, o antigo Oscar, amigo da Estela, dos tempos da guerrilha, o ex-chefe do Governo, independente do período difícil que atravessa, não abriu a boca. Só que a presidente Dilma repetiu o mesmo recado: “Resista!”. E muito provavelmente, Pimentel ficará, mesmo tendo confessado que nunca contara à presidente o faturamento de sua consultoria de quatro clientes – e só um com contrato. Agora, Pimentel faz as contas e revela que, descontados os impostos, ganhou R$ 54 mil mensais (mais do que os R$ 18 mil que ganhava na prefeitura de BH). Alguns blogs ironizam: Antonio Palocci foi afastado pelo mesmo motivo de Pimentel e faturou R$ 20 milhões só em 2010. Por isso, deveria voltar - e acima de tudo, por competência.

sábado, 10 de dezembro de 2011

Brookfield compra braço da PRERS por US$ 110 milhões


A Brookfield, uma das empresas patrocinadoras da primeira edição da conferência As Novas Fronteiras do Desenvolvimento Sustentável, realizada na última quinta-feira, em Juiz de Fora, anunciou ontem a aquisição dos negócios imobiliários e de relocação da Prudential Financial (PRERS).O valor da operação foi de US$ 110 milhões. Com a compra, a Brookfield se estabelece como a segunda maior prestadora mundial de serviços de relocação e a terceira maior empresa de franquias imobiliárias da América do Norte. Em tempo, a Brookfield já deu o ok, para a segunda edição da conferência em 2012, vai patrocinar novamente.

sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

Conferência sobre desenvolvimento sustentável é sucesso de público

Debate sobre tema encheu anfiteatro do Granbery

Mais de 150 pessoas estiveram presentes no anfiteatro do Instituto Metodista Granbery, nesta quinta-feira (08), para a primeira edição da conferência As novas fronteiras do Desenvolvimento Sustentável, organizado pelo WXC Banco de Negócios em parceria com a revista Ponto de Vista.

No discurso de abertura, William Xavier, coordenador do evento, defendeu que o mundo já tem a ciência, informação, tecnologias, capacidade e recursos financeiros necessários para buscar uma agenda de desenvolvimento de negócios sustentáveis. O que é necessário agora, na opinião dele, é uma ação global coordenada nas próximas décadas para conciliar essas capacidades e recursos em conjunto, colocando o mundo no caminho para a sustentabilidade. “Assim como defende o filósofo Nagib Anderáos Neto, a base de toda a sustentabilidade é o desenvolvimento humano que deve contemplar um melhor relacionamento do homem com os semelhantes e a Natureza”, completou.
           
PALESTRAS

A primeira palestrante da manhã foi Renata Meireles, coordenadora de sustentabilidade do Instituto Estadual de Florestas (IEF). Com o tema A Economia Verde e Seus Aspectos Econômicos, Financeiros e Sociais: Metas do governo para o desenvolvimento sustentável, ela falou sobre a importância da sustentabilidade se tornar uma prática incorporada em todas as atividades diárias. “O planejamento do governo estadual para o período 2011-2014 é fazer a gestão para cidadania. Dessa forma, o Plano Mineiro para o Desenvolvimento Integrado está baseado no conjunto de quatro fatores: prosperidade, qualidade de vida, sustentabilidade e cidadania”, defendeu Renata.

José Mario de Oliveira, CEO da BIOKRATOS Consultoria Ambiental, subiu ao palco para falar sobre Gestão Integrada de Resíduos Sólidos Urbanos, um caminho para a Sustentabilidade. Ele defendeu o investimento na educação ambiental como futuro para que a sociedade alcance o tão almejado desenvolvimento sustentável. “Não podemos simplesmente fazer campanhas educacionais ou coleta seletiva de lixo. Sem a educação ambiental nada funciona. Precisamos instruir nossos educadores e, consequentemente, a sociedade civil”, endossou.

Em seguida, os presentes puderam conhecer mais sobre Economia Criativa: Criatividade e Inovação no Âmbito das Organizações, com Adolfo Menezes Melito, Chief operating officer (COO) do Grupo Check Express e presidente do Instituto de Economia Criativa, de São Paulo. Segundo ele, o termo determina processos que envolvam criação, produção e distribuição de produtos e serviços, a partir do conhecimento, criatividade ou capital intelectual visando a geração de trabalho e renda.

A quarta palestra do dia foi com Fernanda Gimenes, diretora do Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável (CEBDS), que falou sobre o Visão 2050, um trabalho de 18 meses com executivos e especialistas de mais de 200 empresas e parceiros externos em cerca de 20 países, entre eles o Brasil. Como proposta de funcionar como uma agenda para uma nova sociedade, o relatório apresenta novas oportunidades para as empresas de uma ampla gama de segmentos, com o objetivo de levar para suas sociedades uma agenda de desenvolvimento de negócios sustentáveis. “Na Rio+20, em 2012, vamos lançar a versão brasileira para o Visão 2050. Nosso desafio é que as mudanças, além de tecnológicas, sejam no âmbito do social, do pensamento e no de opinião”, apontou Fernanda.

Para terminar os trabalhos, o vice-presidente de operações do Grupo Brasilinvest e fundador do Centro de Diplomacia Empresarial, Marcos Troyjo, discursou sobre Estratégias de Inovação e Desenvolvimento Sustentável. Professor convidado da Universidade de Paris 5, a Sorbonne, ele defendeu o desenvolvimento sustentado, aquele que atende as necessidades atuais sem comprometer a capacidade das gerações futuras de atender as suas próprias necessidades e de continuarem se desenvolvendo, tendo como principais componentes a proteção do meio ambiente, o crescimento econômico e a igualdade social. “Vivemos uma Era da Destruição Criativa, um processo de reinventação constante no qual as tecnologias nascem, envelhecem e morrem numa ruptura brutal. Nesse sentido o Brasil está muito atrasado. Temos no pré-sal nosso ingresso para um novo futuro, mas necessitamos aproveitar enquanto os combustíveis fósseis ainda são valiosos”, sustentou Troyjo.

William Xavier gostou do resultado: “Alcançamos nosso principal objetivo, que era proporcionar aos empresários e empreendedores informações qualificadas sobre o desenvolvimento sustentável empresarial. Agora é preparar a próxima edição”.

A cobertura do evento vai estar na TV Zine, Programa Fatos em Foco, e Gente & Empresa da BAND Minas

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Executivos de destaque nacional participam de evento em Juiz de Fora


A conferência As Novas Fronteiras do Desenvolvimento Sustentável vem recebendo a confirmação de importantes presenças há poucos dias de sua realização, marcada para o próximo dia 8, no Instituto Metodista Granbery.
            Nessa semana confirmaram presença Felipe Pinel e Robert Coas, respectivamente presidente e vice-presidente de desenvolvimento de projetos da Brookfield Energia Renovável; Otávio Azevedo, presidente do Grupo Andrade Gutierrez; Renata Meireles, coordenadora de sustentabilidade do Instituto Estadual de Florestas (IEF); Fernando Garnero, presidente do Grupo Brasilinvest; e Marcelo Ribeiro Machado, presidente da U&M Mineração e Construção S.A.
            O fórum visa proporcionar aos empresários e empreendedores de Juiz de Fora e Zona da Mata informações qualificadas sobre o desenvolvimento sustentável empresarial, através de debates e palestras sobre temas correlatos, fomentando a reflexão para a adoção de novas práticas. “É necessária uma ação global que vise conciliar recursos naturais e produção para colocar o mundo no caminho para a sustentabilidade” comenta William Xavier, coordenador da iniciativa.
            As inscrições acontecem no site do evento, www.sustentabilidadejf.com.br. O investimento é de R$50. As vagas são limitadas. A conferência As novas fronteiras do Desenvolvimento Sustentável acontece das 8h15 às 13h.


Outras informações:
32- 9948-6361 / 9102-1099

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Presidente do Instituto da Economia Criativa fará palestra em Juiz de Fora

Adolfo Menezes Melito, presidente do Instituto da Economia Criativa e do Conselho de Economia da Fecomercio de São Paulo, fará a palestra “Economia Criativa: Criatividade e Inovação no Âmbito das Organizações no dia 8 de dezembro durante a 1º Conferência As Novas Fronteiras do Desenvolvimento Sustentável, que será realizada no Instituto Metodista Granbery.
A criatividade e a inovação em qualquer segmento de negócio são a chave para sair do lugar comum. Essa é a máxima na vida profissional do executivo Adolfo Menezes Melito, 52 anos, sendo 20 deles em cargos de direção geral. A realização profissional de Melito se deve ainda a outra convicção mais recente: “tornar o concorrente irrelevante”. Um conceito editado por W. Chan Kim e Renée Mauborgne, autores do Bestseller americano Blue Ocean Strategy (2005), e que ele segue ao pé da letra.
Atualmente Adolfo Menezes Melito é diretor de operações do  Check Express Group. Economista, com especialização em Marketing e Tecnologia, atuou na diretoria executiva de empresas nacionais e internacionais de diversos segmentos, tais como Facit, Interprint, Matec-Ericsson, TecToy e, mais recentemente, Grupo Alfa e Brasil Connects.
O executivo também fundou e preside o Instituto de Economia Criativa e é membro do Conselho Deliberativo da CARE Brasil. O Check Express Group desenvolve soluções para meios de pagamento, crédito e serviços financeiros. Tem sede em São Paulo, mais de 320 colaboradores e conta com uma rede de mais de 50 mil lojas e pontos de venda em todo o país. 

sábado, 26 de novembro de 2011

Conferência em Juiz de Fora discute os rumos do mundo até 2050

Click nas imagens para ver ampliado

Programação
 Click na imagem para ampliar

O desenvolvimento sustentável é um ponto que vem recebendo cada dia mais atenção quando se trata do futuro do país. Nesse sentido, o WBCSD – Conselho Empresarial Mundial de Desenvolvimento Sustentável elaborou o Visão 2050, um trabalho com mais de 200 empresas de cerca de 20 países, que teve como preocupação pensar no que será necessário fazer para que, daqui a 40 anos, as 9 bilhões de pessoas no mundo tenham acesso à saúde, educação, alimentação, moradia, energia, mobilidade, etc.
            Fernanda Gimenes, diretora do Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável (CEBDS), estará presente na conferência As novas fronteiras do Desenvolvimento Sustentável para falar sobre o tema. O evento acontece no dia 8 de dezembro, no Instituto Granbery. Sua palestra acontece às 10h45.
A diretora irá apresentar a visão de um mundo a caminho da sustentabilidade até 2050, e a rota em direção a esse mundo – uma rota que exigirá mudanças fundamentais nas estruturas de governança, nas estruturas econômicas, nos negócios e no comportamento humano. A revelação é que essas mudanças são necessárias, viáveis e oferecem incríveis oportunidades de negócios que transformam sustentabilidade em estratégia.
De acordo com o Conselho Empresarial Mundial para o Desenvolvimento Sustentável (WBCSD), órgão que concebeu o documento em parceria com o CEBDS, o Visão 2050 é uma bússola para que empresas, governantes e gestores da sociedade civil evitem cometer os mesmos erros do passado, como por exemplo, insistir em tomar decisões unilaterais e com visão de curto prazo.
            Para William Xavier, organizador do evento, um dos objetivos é perceber o que é preciso fazer nas próximas décadas para que o mundo chegue a 2050 com qualidade de vida e sem comprometer as futuras gerações. “O Visão 2050 orienta o planejamento das empresas diante da chamada economia verde, um tema-chave da Conferência da ONU, que quer discutir ainda os instrumentos que possam garantir a implementação de um novo modelo de desenvolvimento”, completa.
           
A conferência “As novas fronteiras do Desenvolvimento Sustentável” acontece das 8h15 às 13h. As inscrições podem ser feitas no site www.sustentabilidadejf.com.br, que também traz a programação completa do evento.

As vagas são limitadas.

Outras informações:
TEL: 32- 9948-6361 / 9102-1099

MRS Logística patrocina conferência As novas fronteiras do Desenvolvimento Sustentável


A MRS Logística confirmou ontem a particiapação como patrocinadora da 1º Conferência As Novas Fronteiras do Desenvolvimento Sustentável - no dia 8 de dezembro, no Instituto Metodista Granbery - Juiz de Fora - A MRS Logística atua no mercado de transporte ferroviário desde 1996, quando foi constituída, interligando os estados do Rio de Janeiro, Minas Gerais e São Paulo. Criada com metas bem definidas sobre preservação do meio ambiente, a MRS implementa várias programas de cunho ambiental: recuperação de áreas degradadas com emprego de revestimentos vegetais, gerenciamento de resíduos e adoção de medidas preventivas para eliminação de processos poluidores são alguns exemplos.

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Estácio abre inscrição para prêmio de blogs de moda


Estão abertas as inscrições para o I Prêmio Estácio Blogs de Moda. A ação está sendo realizada em parceria com o Instituto Zuzu Angel (IZA) e o Portal IS Fashion Mag.
O concurso escolherá o melhor blog de moda do país, com a ajuda de nomes como Hildegard Angel, do IZA, e Bebel Shimitt, editora-chefe do Portal IS Fashion Mag.
O primeiro colocado vai ganhar um intercâmbio em Londres, no Instituto Marangoni, para o curso Summer Fashion Design. Já o segundo e terceiro lugar irão faturar, respectivamente, um notebook e um smartphone.
As inscrições vão até 31 de janeiro e devem ser feitas no site da Estácio.

terça-feira, 22 de novembro de 2011

Site oficial da 1º Conferência As Novas Fronteiras do Desenvolvimento Sustentável


Já está no ar o site oficial da 1º Conferência As Novas Fronteiras do Desenvolvimento Sustentável - Acesse e faça sua inscrição, vagas limitadas

Isla Privilège abertura dia 28 de dezembro


Será dia 28 de dezembro a abertura oficial da Isla Privilège, em Angra dos Reis, Rio de Janeiro. Uma proposta inovadora e luxuosa. Durante o dia, day club, com restaurante, praia particular, lounges, sushi bar e mini spa. À noite, o club, com a mais sofisticada estrutura e programação, TOP DJs internacionais e os mais renomados produtores da cena brasileira para o selecionado público de Angra. A Isla Privilège possui sete ambientes: duas pistas de dança, quatro bares, restaurante, sushibar, dois níveis de camarotes e lounges externos.  O Verão 2012 promete. Estaremos presentes na aberura.


Click nas fotos para ver ampliado

Marcos Troyjo fará palestra na Confêrencia "As Novas Fronteiras do Desenvolvimento Sustentável"

Marcos Troyjo

Diplomata, economista, cientista político, sociólogo, professor. Tem ocupado nos últimos 20 anos funções de destaque nos campos da educação, mídia, convergência tecnológica, empreendedorismo global e relações internacionais.
Co-Diretor do BRICLab da Columbia University.
Vice-Presidente de Operações do Grupo Brasilinvest

Troyjo é fundador do Centro de Diplomacia Empresarial, instituição voltada para a formação de recursos humanos e estratégias empresariais para a competitividade internacional da empresa brasileira. É também co-Diretor do BRICLab (Centro de Estudos sobre Brasil, Rússia, Índia e China) da Columbia University, Professor do IBMEC e Conselheiro do Grupo Brasilinvest.

Licenciado da carreira diplomática, onde se formou pelo Instituto Rio Branco, foi Secretário de Imprensa da Missão do Brasil junto às Nações Unidas, em Nova York, e participou da Delegação do Brasil junto ao Conselho de Segurança da ONU no biênio 1998-99. Foi Chefe de Gabinete do Departamento de Cooperação Científica e Tecnológica do Ministério das Relações Exteriores. Após haver se graduado em Ciência Política (Escola de Sociologia e Política de São Paulo) e Economia (Faculdade de Economia, Finanças e Administração de São Paulo), obteve o grau de Mestre e Doutor em Sociologia das Relações Internacionais pela Universidade de São Paulo (USP). É professor-convidado do Centre d´Études sur l´Actuel ET le Quotidien da Universidade Paris-Descartes (Sorbonne).

Representou o Brasil em dezenas de conferências internacionais. Pós-graduou-se nos programas “Leadership for the 21st Century” e “Global Financial System” da Kennedy School, Harvard University. É autor de livros sobre conjuntura internacional e inovação tecnológica, dentre eles Nação-Comerciante: Poder e Prosperidade no Século XXI, listado pela revista ‘Americas Quarterly’ do Council of the Americas de Nova York, como um dos melhores livros publicados no continente americano em 2007 nas áreas de economia, negócios e políticas públicas.

Recebeu os Prêmios “Leadership for Social Development – 2001″ da Brazil Foundation de Nova York, “The Outstanding Young Person of the World da Junior Chamber International juntamente com a Rainha Rania da Jordânia e o cientista japonês de Robótica Takanori Shibata. Foi também o vencedor da “Latin America Fellowship-2005″ outorgado pela Sra. Helen Clark, Primeira-Ministra da Nova Zelândia.

Troyjo é palestrante convidado em temas como o futuro da educação, economia, política, mídia e relações internacionais no Brasil e em algumas das mais importantes universidades e centros acadêmicos do mundo, dentre eles o MIT (EUA), Yale University (EUA), Harvard University (EUA), ColumbiaUniversity (EUA), Canning House (Inglaterra) Setton Hall University (EUA), Tsinghua University (China) Instituto de Empresa (Espanha), University of Auckland (Nova Zelândia), University of Washington (EUA), Academia Brasileira de Letras, etc.

(*Fontes – MIT Sloan School of Management:  - Bloomberg:  http://www.mitlac.com/

http://www.bloomberglink.com/gatherings_participants_bio.php?gathering=109&Id

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Juiz de Fora sedia conferência sobre desenvolvimento sustentável


Uma das palavras de ordem do século XXI é sustentabilidade. Ela pode ser entendida como uma forma de configurar a sociedade para que explore o maior potencial dos recursos mundiais (naturais ou não) e ao mesmo tempo preserve os ecossistemas, promovendo o equilíbrio entre homem e meio ambiente. Nesse pensamento, uma das maneiras para que a humanidade alcance a sustentabilidade é através do planejamento e de ações que busquem atingir a pró-eficiência na conservação desses princípios.
            Ao encontro disso, o WXC Banco de Negócios e a revista Ponto de Vista decidiram organizar a primeira edição da conferência As novas fronteiras do Desenvolvimento Sustentável, que acontece quinta-feira, 08 de dezembro, das 8h15 às 13h, no Instituto Metodista Granbery.
            O objetivo é proporcionar aos empresários e empreendedores de Juiz de Fora e Zona da Mata informações qualificadas sobre o desenvolvimento sustentável empresarial, através de debates e palestras sobre temas correlatos, fomentando a reflexão para a adoção de novas práticas”.
            A Conferência irá contar com painéis de Adriano Chaves, secretário de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável de Minas Gerais; José Mario de Oliveira, CEO da BIOKRATOS Consultoria Ambiental; Adolfo Melito, chief operating officer (COO) do Grupo Check Express e presidente do Instituto de Economia Criativa, de São Paulo; Fernanda Gimenes, diretora do Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável; e Marcos Troyjo, vice-presidente de Operações do Grupo Brasilinvest e fundador do Centro de Diplomacia Empresarial.
            As inscrições começam nesta segunda-feira, 21, e vão até a véspera do encontro, sete de dezembro, no site sustentabilidadejf.com.br O investimento é de R$50.  As vagas são limitadas.
            

Outras informações:
9948-6361 / 9102-1099 / contato@sustentabilidadejf.com.br

sexta-feira, 18 de novembro de 2011

Andrade Gutierrez patrocina conferência sobre Desenvolvimento Sustentável em Juiz de Fora


Hoje fechamos mais um importante apoio para a 1º Conferência As Novas Fronteiras do Desenvolvimento Sustentável, a construtora  Andrade Gutierrez estará presente no evento como patrocinadora. O grupo Andrade Gutierrez um dos maiores conglomerados de infraestrutura da América Latina, atuante no Brasil e no exterior, com reconhecida expertise nos diversos segmentos de construção pesada. A companhia, de capital privado, acumula projetos realizados em mais de 30 países e participa como investidora em empresas como Oi e Contax (AG Telecom), e CCR, Sanepar, Water Port, Quiport, Aeris e Cemig (AG Concessões). O Grupo Andrade Gutierrez gera 168.152 empregos diretos. Desses, 46.596 são contratados nas diferentes unidades de negócios do Grupo. Outros 16.433 são empregos gerados nas controladas de Concessões, e 105.123, nas controladas de Telecomunicações.


quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Conferência As Novas Fronteiras do Desenvolvimento Sustentável

Click na imagem para ver ampliado

Data: 08 de dezembro de 2011 (Quinta-Feira)
Local: Instituto Metodista Granbery - Juiz de Fora - MG 
PROGRAMA  
08h15 Credenciamento e Café de Boas Vindas  
9h00 – 9h30 Abertura  
Custodio Mattos - Prefeito de Juiz de Fora
Aécio Neves – Senador da República
Henrique Duque – Reitor da UFJF- Universidade Federal de Juiz de Fora
William Xavier de Carvalho – Presidente do WXC Banco de Negócios
Fernando Garnero -  Presidente do Grupo Brasilinvest 
9h30 – 9h45 Painel 1  
A Economia Verde e Seus Aspectos Econômicos, Financeiros e Sociais  
“Metas do governo para o desenvolvimento sustentável”
 Adriano Magalhães Chaves - Secretário de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável de Minas Gerais
9h45 - 10h00 “Gestão Integrada de Resíduos Sólidos Urbanos, um caminho para a Sustentabilidade"
José Mario de Oliveira - CEO da BIOKRATOS Consultoria AmbientalGestão Integrada de Resíduos Sólidos Urbanos, um caminho para a Sustentabilidade"Gestão Integrada de Resíduos Sólidos Urbanos, um caminho para a Sustentabilidade"é Mario de Oliveira - CEO da BIOKRATOS Consultoria Ambiental"Gestão Integrada de Resíduos Sólidos Urbanos, um caminho para a Sustentabilidade"

José Mario de Oliveira - CEO da BIOKRATOS Consultoria Ambiental
 10h00 10h45 “Economia Criativa: Criatividade e Inovação no Âmbito das Organizações”
Adolfo Menezes Melito -  Chief operating officer (COO) do Grupo Check Express e presidente do Instituto de Economia Criativa – São Paulo

10h45 – 11h30 “Visão 2050: agenda para uma nova sociedade”
Fernanda Gimenes -  Diretora do Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável 
11h30 -  12:15 A iniciativa Privada e a Economia Verde
“Estratégias de Inovação e Desenvolvimento Sustentável”
Marcos Troyjo  -  Vice-Presidente de Operações do Grupo Brasilinvest e fundador do Centro de Diplomacia Empresarial 
12h15 - 13h00 Perguntas e Respostas 
13h00 - Encerramento 

A Voz da Experiência com Renato Machado

Renato Machado
Foto: Arquivo Revista Ponto de Vista

O Conselho Jovem da Associação Comercial e Empresarial de Juiz de Fora (ACEJF) promove nesta quarta-feira, dia 23/11, a partir das 18h30, o seminário “A Voz da Experiência”. O objetivo do evento é a troca de experiência entre empresários bem sucedidos da cidade e jovens empreendedores.
Para o primeiro encontro, o convidado é o empresário Renato Machado que atualmente dedica-se ao desafio de dar sustentabilidade ao seu projeto ambiental em Ibitipoca (MG). Além disso, empreende, junto com sócios, em logística e mineração. O bate papo acontecerá no auditório da Associação Comercial e Empresarial de Juiz de Fora.

quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Kadafi usava rimel


As acusações de Safia (nome falso por questão de segurança), que contou ao jornal francês Le Monde, que virou escrava sexual de Muamar Kadafi aos 15 anos de idade (e durante cinco anos), incluem pela primeira vez informações seguras de que o ditador libio, que sempre usou roupas coloridissimas, era mesmo bissexual, relacionando-se com homens. Hoje, até mesmo diplomatas brasileiros que estiveram próximos de Kadafi em encontros internacionais, já confirmam o que, durante anos, era apenas mais um potin entre o pessoal de punhos de renda: ele sempre usou rimel.

sábado, 12 de novembro de 2011

Adalberto Salgado e o CDB milagroso

Acabei de ler na nova edição da revista  EXAME, a história completa da fraude no banco Panamericano. Adalberto Salgado é citado na matéria. Em 2006, Adalberto  aplicou 3 milhões de reais em um CDB - Certificado de Depósito Bancário que chegou a render 697%. Sem dúvida um CDB milagroso.

sexta-feira, 11 de novembro de 2011

Comunista

Comunista é um contemporâneo do vídeo-cassete.
Uma coisa velha, ruim de negócio e cheio de cabeça que não serve pra nada.


quinta-feira, 10 de novembro de 2011

1º Conferência As Novas Fronteiras do Desenvolvimento Sustentável em Juiz de Fora


O WXC Banco de Negócios e a revista Ponto de Vista realizam no dia 8 de dezembro de 2011, a 1º Conferência As Novas Fronteiras do Desenvolvimento Sustentável. O objetivo do evento é proporcionar aos empresários e empreendedores de Juiz de Fora e Zona da Mata de Minas Gerais, informações qualificadas, com debates de idéias sobre o desenvolvimento sustentável empresarial, e de todos os temas correlatos, analisando contextos, identificando tendências, antecipando cenários e discutindo conceitos que estimulem a reflexão, a formação de conhecimento novo e a adoção de novas práticas. O encontro visa também fortalecer as relações entre empresários, entidades e os governos, municipal, estadual e federal.

Com um conteúdo inédito, a 1º Conferência As Novas Fronteiras do Desenvolvimento Sustentável, fará um sumário do Projeto Visão 2050A Nova Agenda para as Empresas, do World Business Concil for Sustainable Development, que somente será lançado na Rio +20 em 2012. O evento tem o apoio do CEBDS - Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável. O CEBDS é o WBCSD no Brasil. Tanto um como outro reúnem as empresas mais “agressivas” com o Meio Ambiente, ou seja, Energia, Mineração, Siderurgia e Outros, bem como Alimentos etc., que representam algo como 45% do PIB do país. A 1º Conferência As Novas Fronteiras do Desenvolvimento Sustentável,  será realizada em Juiz de Fora no dia 8 de dezembro no Instituto Metodista Granbery, das 8:30 às 12 horas.

quarta-feira, 9 de novembro de 2011

Andréa Rocha assume Presidência do Juiz de Fora & Região Convention And Visitors Bureau



Em disputada eleição na noite de ontem, terça-feira, 8 de novembro, no Hotel Green Hill, em Juiz de Fora, a chapa "Todos por Juiz de Fora", liderada pela hoteleira Andréa Rocha, foi eleita para a gestão executiva do Juiz de Fora & Região Convention And Visitors Bureau (JFRC&VB), com 31 votos contra 23 da chapa adversária.

O JFRC&VB estava há oito anos sob a gestão de um mesmo grupo e a vitória da nova diretoria representa uma grande oportunidade para dinamizar novas ações no trade turístico, aproveitando o importante momento de crescimento econômico da Região. A hoteleira Andréa Rocha, Diretoria Executiva do Victory Business Hotel, 36 anos, é natural do Rio de Janeiro, sendo radicada em Juiz de Fora desde a sua infância. Andréa Rocha é bacharel em Direito pela Faculdade Vianna Junior (JF) e especialista em Hotelaria pela Faculdade Estácio de Sá (RJ).

A nova diretoria do JFRC&VB, consenso da hotelaria local, ainda é composta por Vinicius Coelho, Diretor Geral do Ritz Plaza Hotel; Eliseu Valle, sócio-proprietário do Grande Hotel Renascença e Carlos Roberto Zanini, CEO da Z Marketing e Eventosalém de outras importantes lideranças do segmento.

Andréa Rocha destaca que aceitou o desafio de integrar a presidência do JFRC&VB por entender que o momento é oportuno para investir no trade turístico, que tem pela frente vários eventos que vão possibilitar grandes avanços para o segmento.

WXC Banco de Negócios e Grupo Brasilinvest parceria de sucesso



Hoje o WXC Banco de Negócios fechou uma parceria com o grupo Brasilinvest para a realização da 1º Conferência As Novas Fronteiras do Desenvolvimento Sustentável que será realizada no dia 8 de dezembro em Juiz de Fora.


Assista o vídeo institucional do grupo Brasilinvest

terça-feira, 8 de novembro de 2011

Jantar Empresarial

Acabei de receber convite do amigo Aloisio Vasconcelos, presidente da Associação Comercial e Empresarial de Juiz de Fora, para a  I Edição do Jantar Empresarial que será realizada no dia 11 de novembro - sexta-feira, às 20 horas, na Estação São Pedro.


Click na imagem apra ver ampliado

segunda-feira, 7 de novembro de 2011

Sem emprego

O ex-ministro Orlando Silva está avisando amigos e admiradores que procura emprego, que não tem reservas e depende de salário para sobreviver. E igualmente está enviando currículos para empresas de head hunters. Detalhe: Orlando acha que, politicamente, para ele a saída mais prática será se candidatar a vereador em São Paulo, no ano que vem.

4º Prêmio Karas & Bocas


Click na imagem para ver ampliada

sábado, 5 de novembro de 2011

Café Empresarial - 19ª Edição - 8 de novembro

 Click para ver ampliado

O encontro busca a troca de informações sobre nossos trabalhos e o mercado, tendo como objetivo o fomento das relações comerciais e o amadurecimento comercial de nossa cidade. Trata-se de um evento sem fins lucrativos que ocorre sempre na segunda terça-feira de cada mês.
 
 
Apoio:
 
 

sexta-feira, 4 de novembro de 2011

Coisona!

Depois de conversar com Lula em Manaus e praticamente acertar o afastamento de Orlando Silva do Ministério do Esporte, Dilma Rousseff teve mais uma reunião no Planalto com os ministros mais chegados e um deles, ainda tentando defender a permanência de ex-titular, acabou se enrolando e usou a expressão “coisinha” para rotular o episódio. Aí, Dilma subiu nas tamancas: “Coisinha! É uma coisona! E onde aparecer alguma coisona, seja quem for está fora!"

quarta-feira, 2 de novembro de 2011

A internação é livre, a mentira é tributada pela verdade

“Integrante da reduzidíssima elite de brasileiros providos de muito dinheiro e plano de saúde cinco estrelas, Lula tem o direito de recorrer aos serviços dos melhores hospitais da rede privada. Ao consumar tal opção, contudo, confere a todos os pagadores de impostos o direito de exigir que pare de tentar enganá-los com bravatas, lorotas ou mentiras deslavadas sobre o sistema de saúde. Há bons hospitais e profissionais admiráveis, mas até as golas dos jalecos sabem que os deslumbramentos celebrados por Lula só existem no Brasil Maravilha registrado em cartório. No país real, a busca de socorro na rede pública acaba, com desoladora frequência, na morte sem atendimento.”

É o que escreve Augusto Nunes no post “Lula pode internar-se onde quiser desde que pare de mentir sobre o sistema de saúde”.

Nas moscas!

Revista Ponto de Vista no iPad


Em breve estará disponível gratuitamente para download na App Store, a loja de aplicativos da Apple, a versão da revista Ponto de Vista criada especialmente para o iPad. O projeto está sendo desenvolvido pelo CEO da Emiolo, Samir Iásbeck de Oliveira

Imóvel de baixo custo une empresas


As três empresas querem fazer casas com acabamento completo em escala industrial. Cada unidade ficaria pronta em apenas uma semana.


A petroquímica Braskem se uniu à DuPont e à Global Housing para desenvolver um novo conceito de construção residencial e comercial a custos acessíveis. O sistema, desenvolvido pela Global Housing com tecnologia da DuPont e Braskem, permite a construção de casas com acabamento completo, em escala industrial. Assim, uma unidade poderá ser erguida em apenas uma semana.

O projeto, chamado de Casa de Concreto PVC, já recebeu aprovação da Caixa Econômica Federal(CEF) para a construção de 1.000 casas em todo o Brasil. "Este foi o primeiro passo para obter a homologação no programa 'Minha Casa, Minha Vida' do Governo Federal", destacaram as companhias em comunicado divulgado hoje.

O sistema prevê menor consumo de água, maior durabilidade, imunidade a fungos e bactérias, facilidade de limpeza e conservação, baixo custo de manutenção e redução em perdas por entulho e desperdício de materiais. "Além disso, não é necessária mão-de-obra especializada para a construção", complementa o material.

A nova tecnologia também pode ser utilizada na construção de hospitais, creches, escolas, centros comunitários e galpões, entre outros modelos de imóveis mais complexos. A Braskem, maior fabricante de PVC do País, já incentivou a construção de imóveis a partir do uso da resina em regiões, como no estado de Alagoas. A Global Housing é responsável pelo desenvolvimento de soluções e sistemas construtivos em Concreto e PVC e a DuPont é especialista no desenvolvimento de materiais e produtos inovadores.